Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Neto corta cabeça do avô e joga em córrego

    Corpo foi encontrado após um vizinho relatar o sumiço do idoso para um familiar

    Por Plox

    01/09/2021 20h18 - Atualizado há 19 dias

    Nessa terça-feira (31), a Polícia Militar de Goiás prendeu um jovem de 19 anos, suspeito de decapitar o próprio avô, de 82, em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia, capital do estado. Após o crime, a cabeça do idoso foi encontrada em um córrego.

    Segundo informações do portal Metrópoles, a Polícia Civil (PC) investiga o caso. Os policiais informaram que um vizinho tentou falar com o idoso e não conseguiu. O homem, então, procurou um parente do idoso, que foi ao local junto com ele e o encontraram decapitado.

    De acordo com as testemunhas, o corpo do idoso estava próximo a porta da sala da casa. O neto da vítima falou com os policiais como testemunha, porém, após diligências, ele foi indicado como o principal suspeito do crime.

    O jovem foi detido e, conforme divulgado pelo Metrópoles, ele confessou o crime. Ele ainda indicou o local onde teria jogado a cabeça do avô, em uma área próxima de um córrego. Ela foi localizada dentro de uma sacola.

    Foto: divulgação/ Polícia Civil de Goiás

     

    A Polícia Civil não divulgou os motivos pelo qual o jovem virou suspeito e nem como o crime teria acontecido. Ele foi encaminhado à Delegacia, para a qual estava marcado seu depoimento nesta quarta (1). O caso segue sendo investigado.

     

    Caso Lázaro

    Um caso, também com sinais de barbárie, foi registrado em Goiás no mês de junho deste ano. Lázaro Barbosa era um serial killer acusado de ser o autor de uma chacina em Ceilândia, no Distrito Federal-DF. Ele tinha 32 anos e era procurado por uma força-tarefa policial, que começou no dia 9 de junho e contou com mais de 270 policiais, terminando no dia 28 do mesmo mês.

    Foto: divulgação

     

    De acordo com a Polícia Civil de Goiás, a ficha criminal dele é extensa e conta até com três fugas da prisão. Desde 2007, ele era acusado de diversos crimes. Após 20 dias de procura, Lázaro Barbosa foi morto, em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF.

    Lázaro estava escondido na zona rural e, durante mais uma tentativa de fuga, foi atingido por vários disparos de armas de fogo. Ele foi socorrido pelos policiais e colocado em uma ambulância dos Bombeiros, que o levou para o Hospital Municipal Bom Jesus. A morte foi confirmada pela Polícia Técnico-Científica de Goiás.

    Foto: reprodução

     

    Entre os crimes, que Lázaro havia sido condenado, estão assassinatos e estupros. Ele era procurado por outros delitos na Bahia e em Goiás.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]