Jovem que venceu câncer vive menopausa aos 15 anos

A tragédia anunciada, porém, se transformou em um tocante caso de superação, com a jovem contrariando as probabilidades e sobrevivendo ao duro tratamento

Por Plox

02/03/2021 12h27 - Atualizado há cerca de 2 meses

O metabolismo especialmente acelerado entre os jovens faz com que um diagnóstico de câncer entre pessoas de pouca idade seja especialmente severo, e foi isso que aconteceu com a adolescente britânica Ellie Waters quando ela tinha somente 14 anos – que o tratamento a colocaria em menopausa e infértil com somente 15 anos de idade. A tragédia anunciada, porém, se transformou em um tocante caso de superação, com a jovem contrariando as probabilidades e sobrevivendo ao duro tratamento – e tudo começou com uma dor na perna e um caroço na nádega.

© Kauê Vieira

 

a adolescente britânica Ellie Waters
© Kauê Vieira a adolescente britânica Ellie Waters

 

 

A vergonha e a apreensão levaram a jovem a demorar para procurar ajuda médica, e o leve incomodo se tornou dor severa: quando foi ao médico supondo um diagnóstico de distensão muscular, encontrou a dura realidade de um câncer em um tecido mole do tipo Rabdomiossarcoma alveolar, um mal raro que costuma justamente acometer crianças e adolescentes. A doença se revelou agressiva, avaliada como em nível 4, e exigiu imediato e intenso tratamento de quimioterapia na área pélvica – e foi isso que precipitou em tanto a menopausa em seu corpo e encerrou suas possibilidades de ter um filho no futuro.

A adolescente britânica Ellie Waters
© Kauê VieiraWaters nos diversos momentos de seu tratamento

 

 Kauê VieiraWaters nos diversos momentos de seu tratamento
© Kauê Vieira

 

“Meu prognóstico foi desolador”, comentou Waters, hoje com 18 anos. “Ninguém me disse à época, mas meus pais sabiam que eu tinha somente 20% de chances de sobreviver mais do que cinco anos. Me sinto sortuda por estar aqui”, afirmou, tendo sobrevivido a 18 meses de quimioterapia e 28 sessões de radioterapia. Para ela, porém, sobreviver a um câncer agressivo tornou-se imperativo, e perder a possibilidade de ter seu filho biológico veio como um triste porém compreendido efeito colateral. “Estou animada com a hipótese da adoção e vou amar oferecer um lar a uma criança que não o possui”, disse em entrevista para o site iNews.

a adolescente britânica Ellie Waters
© Kauê Vieira a adolescente britânica Ellie WatersUm “antes e depois” do tratamento

 

Waters terá de permanecer em tratamento de reposição hormonal pelo resto da vida, e sente os efeitos similares ao que uma mulher mais velha sente diante da menopausa – como as conhecidas ondas de calor. A vida, porém, se abre em futuro para a jovem que, além de adotar uma criança, tem como sonho tornar-se médica. “É algo diretamente ligado à minha experiência de ter tido câncer”, confirmou. “Estou movida a querer ajudar as pessoas e fascinada pela medicina. Ter câncer foi uma provação, mas vencer a doença me ensinou que sou mais forte do que jamais soube”.

a adolescente britânica Ellie Waters
© Kauê Vieira a adolescente britânica Ellie WatersWaters e seu diploma: rumo à medicina

 

                           

 

 

Fonte: https://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/jovem-que-venceu-c%c3%a2ncer-com-20percent-de-chances-de-vive-menopausa-aos-15-anos/ar-BB1e7SBG?li=AAggNbi
PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021