Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Senador mineiro pede indiciamento de ex-presidente da Vale e outros 13 por homicídio culposo

    Ex-presidente da Vale e funcionários da empresa alemã Tüv Süd estão entre os 14 possíveis indiciados

    Por Plox

    02/07/2019 14h08 - Atualizado há mais de 2 anos

    Nesta terça-feira, 2 de julho, será apresentado no Senado um documento pedindo denúncia contra executivos da mineradora Vale por homicídio culposo, omissão e crime ao meio ambiente. O relatório será apresentado por Carlos Viana (PSD-MG), senador e relator da CPI que investiga a tragédia após o rompimento da barragem em Brumadinho. O homicídio culposo é quando não existe intenção de matar. 
    “Barragem B1 foi construída com deficiência de projeto", diz relatório Washington Alves/Reuters

    Executivos devem ser indiciados por tragédia- Foto: Divulgação

    O ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman e funcionários da empresa alemã Tüv Süd estão entre os 13 possíveis indiciados. Os engenheiros da Tüv Süd aferiram que a barragem não tinha problemas na questão da segurança. 
    De acordo com o texto, a estrutura em Brumadinho já dava indícios de problemas e até de ruptura. “Brumadinho já era um problema conhecido sete meses antes. Em junho de 2018, a barragem ameaçou se romper. Eles se viram obrigados a fazer trabalhos importantes de escoramento durante a madrugada”, justificou o senador. Os senadores integrantes da CPI podem sugerir mudanças no texto até o dia 9 de julho, quando o texto final será votado. A Vale informou em nota que aguardará o relatório ser oficialmente comunicado, só após isso se manifestará. 

    Atualizada às 12h11

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]