Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Neto decapitou o avô para “vingar” abuso sexual sofrido pela irmã, diz Polícia Civil

    De acordo com os policiais, o jovem disse que o idoso teria abusado sexualmente de sua irmã

    Por Plox

    02/09/2021 20h01 - Atualizado há 25 dias

    O jovem de 19 anos, que foi preso por decapitar o avô, de 82 anos, disse que cometeu o crime por acreditar que o idoso tenha abusado sexualmente de sua irmã, de 12 anos. A informação foi divulgada pela Polícia Civil de Goiás.

    O jovem foi preso na última terça-feira (31), pela Polícia Militar de Goiás. O caso aconteceu em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia, capital do estado. Após o crime, a cabeça do idoso foi encontrada em um córrego.

    Foto: divulgação/ Polícia Civil de Goiás

     

    De acordo com o portal G1, o acusado disse aos policiais que o avô teria abusado da irmã dele no estado do Pará, onde ele mora com a família e eles teriam recebido visita do idoso. A dinâmica do crime não foi divulgada.

    Segundo informações, os policiais informaram que um vizinho tentou falar com o idoso e não conseguiu. O homem, então, procurou um parente do idoso, que foi ao local junto com ele, e o encontraram decapitado.

    A Polícia Militar foi acionada e, testemunhas informaram aos militares que o corpo do idoso estava próximo a porta da sala da casa. O neto da vítima falou com os policiais como testemunha, porém, após diligências, ele foi indicado como o principal suspeito do crime.

    Conforme divulgado pelos policiais, o jovem foi detido e confessou o crime. Ele ainda indicou o local onde teria jogado a cabeça do avô, em uma área próxima de um córrego. Ela foi localizada dentro de uma sacola. O jovem foi encaminhado à Delegacia, onde prestou depoimento. O caso segue sendo investigado.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]