Timóteo: uma cidade repleta de história

A cidade tem como pontos turístico o Pico do Ana Moura

Por Matheus Valadares

05/04/2023 17h08 - Atualizado há cerca de 1 ano

Dando continuidade na série de reportagens que explora as belezas naturais, monumentos, culturas e história dos municípios que pertencem à Macrorregião do Vale do Aço, o (Re)descubra o Vale do Aço aborda desta vez a cidade de Timóteo, um lugar verdejante e próspera, ocupa um pequeno território e abriga mais de um terço das terras da maior reserva contínua de Mata Atlântica de Minas Gerais, o Parque Florestal do Rio Doce. Com mais de 40 lagoas e uma rica fauna e flora, Timóteo possui uma história que remonta ao século XIX, sendo um antigo ponto de passagem para tropeiros e lar de criadores de gado e agricultores.

A cidade conta com acessos rodoviários, ferroviários e aeroportos próximos, além de eventos religiosos centenários como o Congado. Belos conjuntos arquitetônicos e monumentos em praças principais encantam visitantes e servem de palco para eventos tradicionais, como carnaval, festivais gastronômicos, cavalgadas e feiras de exposições.

Pico do Ana Moura e turismo radical

O imponente Pico do Ana Moura, com 980 metros de altura, atrai turistas e esportistas radicais em busca de belas paisagens. Há dois acessos gratuitos ao pico: um pelo bairro Ana Moura, com menos de 12 km de distância do centro da cidade, pavimentado até o cume; e outro pelo bairro Petrópolis, a partir da BR-381, com trilhas fechadas para caminhadas ou passeios de bicicleta.

O  imponente Pico do Ana Moura, com 980 metros de altura, atrai turistas e esportistas radicais em busca de belas paisagens. Foto: Divulgação.

 

Fundação Aperam Acesita e cultura local

A Usina da Aperam South America, maior produtora de aços planos inoxidáveis e elétricos da América Latina, mantém uma fundação cultural na cidade. O espaço conta com um museu, galeria de artes e um teatro que realiza diversos eventos importantes durante o ano, incluindo a tradicional Cantata de Natal.

Feira Livre do Timirim

A Feira do Timirim, a maior feira livre da região do Vale do Aço, oferece produtos rurais, laticínios, artesanatos e uma praça de alimentação repleta de opções tradicionais, como caldo de cana e pastel frito. Aberta às quintas e domingos, a feira também conta com uma grande variedade de queijos, doces e compotas, além de bares que servem petiscos típicos.

A feira do Timirim arrasta dezenas de pessoas e ocorre às quintas-feiras e domingos. Foto: Divulgação.

 

Parque Estadual do Rio Doce

O Parque Estadual do Rio Doce (PERD) não fica exatamente em Timóteo. Localizado entre os municípios de Marliéria e Dionísio, o parque fica há cerca de 35 km do Centro da “Capital do inox”. Com aproximadamente 36 mil hectares de Mata Atlântica contínua e 42 lagoas, o PERD é considerado o terceiro maior complexo lacustre do país. Ideal para turismo de aventura, científico, de eventos e observação de pássaros, o parque possui uma infraestrutura completa para turistas e pesquisadores, incluindo estacionamento, área de camping, vestiários, restaurante, anfiteatro, Centro de Visitantes e de Pesquisas, Viveiro e posto de Polícia de Meio Ambiente. O acesso ao parque é feito pela LMG 760.

Com aproximadamente 36 mil hectares de Mata Atlântica contínua e 42 lagoas, o PERD é considerado o terceiro maior complexo lacustre do país. Foto: Divulgação.

Outras matérias da série (Re)descubra do Vale do Aço

Descubra a singularidade de Coronel Fabriciano e sua riqueza natural e rural
A primeira cidade a ser abordada é Coronel Fabriciano, considerada a cidade mãe da região. Fabriciano fica a cerca de 200 km a leste de Belo Horizonte, capital mineira.

A cidade é conhecida por sua singularidade, que se traduz em sua riqueza natural e rural, seu valioso patrimônio histórico cultural, sua saborosa gastronomia e na hospitalidade de seu povo. (Re)descubra Fabri em todos os sentidos!

Serra dos Cocais: Um dos Pontos Turísticos Naturais de Coronel Fabriciano

Quando se fala de Coronel Fabriciano, é impossível não citar a Serra do Cocais, um dos principais pontos turísticos naturais da cidade. Ela oferece diversas opções de lazer, como eventos culturais, práticas de esportes de aventura, como trekking, caminhada, mountain bike e visitas às cachoeiras e mirantes de beleza única.

Cachoeira da Limeira e Escorregador do Cocais

Uma das cachoeiras mais impressionantes é a Cachoeira da Limeira, situada no distrito da Serra dos Cocais, área rural da cidade de Coronel Fabriciano. O local é de beleza natural exemplar, tem uma queda d'água de 120 metros, poços que acumulam água no seu percurso, alguns deles formam "piscinas de borda infinita", e é de fácil acesso. No entanto, não é recomendado para grandes grupos e famílias com crianças, tendo em vista o local ser pequeno e apresenta perigos de queda.

Cachoeira da Limeira oferece um lindo pôr do sol. Foto: Emanuelle Cogo/Governo de Minas/Divulgação.

Antônio Dias: patrimônio histórico e turismo rural no Vale do Aço
A cidade mais antiga do Colar Metropolitano do Vale do Aço, onde é possível encontrar diversos patrimônios históricos e um amplo cenário turístico rural. Com eventos importantes ao longo do ano, a cidade atrai visitantes interessados em suas festividades e belezas naturais.

A Paróquia Nossa Senhora de Nazaré fica localizada no Centro do município. Foto: Divulgação.

 

Principais Festividades

A Festa de São Benedito é um dos destaques, ocorrendo anualmente no Ano-Novo com missas e procissões pelas ruas da cidade. As celebrações da Semana Santa, realizadas em março ou abril, incluem missas, encenações e procissões em homenagem à vida, paixão e ressurreição de Jesus. Já as festividades de aniversário da cidade ocorrem em 1º de junho, com uma programação estendida que conta com espetáculos musicais e atividades esportivas, de lazer e entretenimento para a população.

 


 

Destaques