Ipatinga

tecnologia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Dados de 1,5 bilhão de usuários do Facebook ficam a venda durante “apagão” da plataforma

    Segundo o Canaltech, os dados estavam sendo vendidos em um fórum de crimes virtuais na dark web

    Por Plox

    05/10/2021 15h56 - Atualizado há 23 dias

    Nessa segunda-feira (4), o WhatsApp, Facebook e o Instagram, todos controlados pelo Facebook, sofreram uma queda e ficaram por algumas horas fora do ar, para usuários de vários países.

    Durante essa queda, foram relatadas informações nas redes sociais de que dados de mais de 1,5 bilhão de usuários do Facebook estavam sendo vendidos em um fórum de crimes virtuais na dark web. A informação foi divulgada pelo portal Canaltech.

    Imagem: Reprodução/Privacy Affairs

     

    Conforme o portal, ainda não se sabe se existe uma correlação com a queda ocorrida nesta segunda nas plataformas comandadas pelo Facebook. O portal também divulgou que, aparentemente, esses dados que estavam sendo vendidos, não têm relação com o vazamento de dados ocorridos no começo de 2021.

    Mesmo sem conexão com a queda, os dados teriam começado a ser vendidos justamente após ter ocorrido a queda das plataformas.


    Facebook explica o que causou a queda que tirou redes sociais do ar

    O Facebook divulgou uma declaração na noite desta segunda-feira (4), afirmando que a interrupção de seis horas de suas plataformas foi um problema interno devido a uma falha de configuração.

    A plataforma também disse que nenhum ataque havia ocorrido. “Nossos serviços estão novamente ‘online’ e estamos trabalhando ativamente para devolvê-los totalmente às operações regulares. Queremos deixar claro neste momento que acreditamos que a causa raiz dessa interrupção foi uma alteração de configuração com defeito”, afirma a empresa.

    Como relatado pelo Facebook, este incidente deve ter sido causado durante uma mudança na infra-estrutura que coordena o tráfego entre seus centros de dados. Para ver a matéria completa CLIQUE AQUI.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]