Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Alta dos combustíveis faz 3 de cada 10 mudarem forma de locomoção

    Andar a pé é escolha de 22% dos donos de carro, enquanto motociclistas optam por bicicletas e apps, mostra Webmotors

    Por Plox

    06/10/2021 13h45 - Atualizado há 22 dias

    O aumento no valor do combustível nos últimos meses fez com que quase um terço (31%) dos consumidores reavaliasse o modo como se locomovem, de acordo com um levantamento do Webmotors Autoinsights.

    Conforme os entrevistados, os proprietários de carro passaram a andar mais a pé (22%). Outros 21% investiram em uma moto. Já para os motociclistas, as principais alternativas são a bicicleta (33%) e os carros por aplicativos (29%).

    Questionados sobre a frequência com a qual visitam os postos de combustíveis, a maioria dos entrevistados afirma que costuma ir aos locais de abastecimento uma vez por semana, independentemente do veículo que utilizam.

     

     

    Brasileiros reavaliam maneira de se locomover PIXABAY
    Brasileiros reavaliam maneira de se locomoverPIXABAY

     

    Já quando o assunto é o rendimento do combustível, 74% dos respondentes costumam avaliar de alguma forma a qualidade do combustível antes de abastecer o veículo. Destes, 52% dos que possuem carro e 46% dos que possuem moto disseram que fazem cálculos para avaliar a opção do combustível.

    Entre as escolhas, a gasolina comum é apontada como a primeira opção para 64% dos usuários de motos e 43% dos que possuem carro. Para os motoristas, 39% acreditam que a gasolina tem maior rendimento quando comparada a outras opções de combustível, como o etanol, que aparece na segunda posição como o mais utilizado pelos brasileiros.

    Dos que preferem o etanol, 22% são donos de carro e outros veículos e 6% possuem motos e colocam o preço como fator determinante na hora da escolha (cerca de 70%), já que a inflação do álcool combustível supera a da gasolina ao longo do último ano.

    Dados coletados semanalmente pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) nos postos apontam que o preço médio cobrado pelo litro da gasolina saltou 35,9% somente neste ano, de R$ 4,483 para R$ 6,092. A variação do etanol é ainda maior, de quase 50%.

    Fonte: https://noticias.r7.com/economia/alta-dos-combustiveis-faz-3-de-cada-10-mudarem-forma-de-locomocao-06102021
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]