Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Polícia prende suspeitos de envolvimento em homicídio na região do Vale do Aço

    Com ajuda de um cão farejador, os policiais encontraram duas armas de fogo, que podem ter sido usadas no crime

    Por Plox

    07/09/2021 09h53 - Atualizado há 9 dias

    Nessa segunda-feira (6), a Polícia Militar prendeu dois indivíduos, de 19 e 29 anos, suspeitos de participarem da morte de Vítor Hugo Silva Oliveira, de 21 anos, no domingo (5). Os suspeitos foram detidos em Cava Grande, distrito de Jaguaraçu, que fica próximo à Timóteo, Minas Gerais. O crime ocorreu em Baixa Verde, próximo a Dionísio, região que faz parte do Colar Metropolitano do Vale do Aço.

    Vítor estava em uma motocicleta com um amigo e foram abordados por quatro indivíduos em um carro, que efetuaram disparos contra a dupla. Vítor foi atingido e não resistiu, morrendo no local. O amigo dele foi atingido, porém, conseguiu fugir.

    Segundo a Polícia Militar, a guarnição de Cava Grande abordou um indivíduo, de 19 anos, em atitude suspeita, saindo de um matagal. Os militares fizeram contato com outras equipes e o indivíduo foi reconhecido como suspeito de integrar uma gangue, conhecida como “Gangue do B13”, em Timóteo.

    Armas e munições encontradas pelos policiais na operação. Foto: divulgação/ Polícia Militar

     

    De acordo com os policiais, um dos líderes da referida gangue é suspeito de ser um dos envolvidos na morte de Vitor. Uma equipe da Ronda Ostensiva Com Cães Adestrados (Rocca), foi acionada para ajudar nas buscas.

    Após atuação do cão farejador Lion, foram encontradas enroladas em camisas, duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre .9mm  e um revólver calibre .38. Também foram encontradas 17 munições intactas calibre .9mm e cinco munições intactas calibre .38.

    No local também foi abordado um outro indivíduo, de 29 anos, que alegou aos policiais que trabalha como motorista de aplicativo e disse ter levado o indivíduo até Cava Grande. A suspeita da polícia é que as armas encontradas teriam sido utilizadas no homicídio desse domingo.

    Armas foram encontradas com apoio da Rocca e atuação do cão farejador Lion. Foto: divulgação/ Polícia Militar

     

    Diante dos fatos, os dois indivíduos foram presos, os materiais apreendidos e encaminhados à delegacia de Polícia Civil. Ainda segundo a Polícia Militar, o indivíduo suspeito de fazer parte da gangue possui passagens por tráfico ilícito de drogas.

     

    O crime

    Segundo a Polícia Militar, os policiais foram informados de que havia um corpo caído em uma estrada e rodeado por cápsulas de munições. Além disso, tinha uma placa de carro padrão Mercosul nas imediações e um indivíduo precisando de socorro médico, vítima de disparos de arma de fogo. Ele estaria em um posto de combustíveis, cerca de 500 metros de onde estava o corpo.

    Os policiais foram para o local e consultaram no sistema informatizado a placa que estava caída e verificaram se tratar de um Fiat Strada Adventure, de cor branca. Outras guarnições foram acionadas para realização de cerco e bloqueio em áreas vizinhas.

    Dois projéteis foram encontrados próximo ao corpo de Vitor, que estava coberto por uma manta. Os policiais foram informados que uma pessoa tinha removido a placa do carro da cena do crime. Um dos militares foi até o posto de combustíveis e encontrou o amigo do jovem, que apresentava dois ferimentos provenientes de disparos de arma de fogo.

    Foto: reprodução/ WhatsApp

     

    O homem, de 27 anos, disse que chamou Vitor para os dois irem à cachoeira de Dionísio. Ele pegou Vitor em casa, no bairro São José, em Timóteo. Ao passarem pelo posto de combustíveis, foram surpreendidos por um veículo Fiat Strada, de cor branca, com quatro ocupantes. O condutor do carro acelerou, jogando o veículo para cima de sua motocicleta, fazendo com que ele e Vitor caíssem ao solo.

    Nesse momento, percebeu três ocupantes no veículo que desceram e, com armas de fogo em punho, efetuaram disparos em sua direção e de Vitor. O homem ainda afirmou que correu para um matagal e foi atingido por dois disparos. Vítor tentou correr, porém, caiu após ser atingido. Em seguida, os criminosos fugiram sentido Cava Grande.

    De acordo com os militares, o jovem foi encaminhado para o Hospital São Sebastião, em Dionísio. A perícia foi acionada e constatou ao menos três perfurações na cabeça de Vitor. Os peritos também verificaram alguns ferimentos característicos de facada. Após os trabalhos, o corpo foi removido.

    Ainda segundo a Polícia Militar, existe a suspeita de que a morte do jovem tenha relação com uma "guerra de gangues" rivais no tráfico de drogas.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]