Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Grande BH tem primeira morte de criança por síndrome rara associada à Covid

    Secretaria Estadual de Saúde informou que a doença já fez duas vítimas fatais em Minas Gerais

    Por Plox

    08/04/2021 10h21 - Atualizado há cerca de 1 ano

    Uma criança moradora de Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte, morreu por causa da síndrome inflamatória pediátrica (SIM-P), doença rara possivelmente provocada pela Covid-19. Ela é a segunda vítima em Minas Gerais que não resistiu à enfermidade.

    A informação foi divulgada nesta semana pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), mas a pasta não detalhou o sexo, a idade e nem informou se criança tinha outra comorbidade. O primeiro óbito da SIM-P no território mineiro foi confirmado no dia 2 de março. A vítima tinha 9 anos, morava em Juiz de Fora, na Zona da Mata, e não tinha histórico de outras doenças.

    Síndrome inflamatória pediátrica (SIM-P) atinte apenas crianças e adolescentes  Foto: Pixabay/Reprodução
    Síndrome inflamatória pediátrica (SIM-P) atinte apenas crianças e adolescentesFoto: Pixabay/Reprodução

     

    A síndrome inflamatória pediátrica ainda é um mistério para a comunidade científica. Os pesquisadores não conseguiram esclarecer, por exemplo, porque a doença só atinge menores de 19 anos. Até o momento, Minas confirmou 86 casos da enfermidade. Deste total, 53,41% das vítimas tinham menos de 4 anos. Crianças com idades entre 5 e 9 anos representam 39,77% dos doentes.

    Levantamento da SES indica que 37 cidades já tiveram registro da síndrome. Belo Horizonte lidera, com 30 vítimas confirmadas. Contagem, com 7; Betim e Montes Claros, com quatro casos cada, aparecem em seguida.

    O que é a síndrome

    A Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica Temporalmente Associada à Covid-19 (SIM-P) é uma reação inflamatória grave e sistêmica que acomete crianças e adolescentes que foram infectados pelo coronavírus.

    Ela causa sintomas como febre por mais de três dias, vermelhidão nos olhos, edemas nas mãos e pés e sintomas gastrointestinais, como diarreia, vômito e náusea. Ela também pode apresentar manifestações neurológicas, renais e no sangue. 

    Fonte: https://www.otempo.com.br/cidades/grande-bh-tem-primeira-morte-de-crianca-por-sindrome-rara-associada-a-covid-1.2469457
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]