Ipatinga

atitude

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Com cartazes, mulher procura homem que 'roubou beijo' há mais de 10 anos em BH

    Eliane, de 42 anos, voltava do trabalho na avenida Dom João VI quando foi abordada pelo homem; na época ela disse ser casada, o que não era verdade

    Por Plox

    10/11/2021 12h57 - Atualizado há 6 meses

    Tentando reencontrar o homem que, há mais de 10 anos atrás, "roubou" um beijo seu em uma rua de Belo Horizonte, uma mulher de 42 anos espalhou cartazes na avenida Dom João VI, no bairro Palmeiras, na região Oeste da capital mineira. Os recados, acompanhados do telefone dela, foram afixados na última segunda-feira (8).

    "Ei você do Uno prata. Faz algum tempo que nos conhecemos nesta avenida. Por onde anda?", dizem os quatro cartazes colocados em pontos da via onde o beijo aconteceu.

    O TEMPO conversou com Eliane, a autora dos cartazes que estão chamando atenção de quem passa pelo local, nesta terça-feira (9). "Ele passou de carro e perguntou por um endereço. Eu falei que não sabia onde ficava e ele me ofereceu carona, que não aceitei. Foi aí que ele desceu, me cumprimentou e roubou um beijo", lembra.

    Assustada, na hora ela disse ser casada, momento em que o homem, que se identificou como Hugo, deu um abraço nela e pediu o seu contato.

    "Eu dei o meu telefone e, após algum tempo, revi ele em um Posto de Saúde no bairro Vista Alegre, acompanhando um senhor. Depois disso, nunca mais o vi, e também nunca o esqueci. A verdade é que nunca fui casada e, talvez, por esse motivo ele nunca me procurou", lamenta Eliane.

    Ao todo, a mulher espalhou quatro cartazes pela avenida Dom João VI, no bairro Palmeiras, em BH Foto Foto: Videopress Produtora
    Ao todo, a mulher espalhou quatro cartazes pela avenida Dom João VI, no bairro Palmeiras, em BHFoto: Videopress Produtora

    Características

    Ainda segundo a mulher, o homem tinha cerca de 1,65 de altura, tem cerca de 39 anos atualmente e tinha cabelo castanho claro. "Não tenho certeza que o nome dele seja realmente Hugo né?", pondera a mulher.

    Nestes anos, Eliane continuou indo para a avenida onde o beijo aconteceu, com esperança de encontrá-lo, o que, infelizmente, nunca aconteceu.

    Com dois dias de cartaz afixado, ela conta que já recebeu alguns contatos. "Mas nada de concreto ainda".

    Para garantir a segurança de Eliane, a reportagem omitiu algumas informações sobre o homem que roubou o beijo, dados que serão usados por ela para garantir que se trata da mesma pessoa ao conversar com aqueles que a procurarem.

    Fonte: https://www.otempo.com.br/cidades/com-cartazes-mulher-procura-homem-que-roubou-beijo-ha-mais-de-10-anos-em-bh-1.2567726
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]