Publicidade

Homem morre 72 horas após se casar e deixa carta: “Mais sortudo do mundo”

13/05/2020 13:02

Em dois dias, a esposa organizou o casamento com seu amado, que lutava contra um câncer terminal raro, que havia descoberto 2 semanas antes

Publicidade

Foi devastador perder o homem incrível que eu amava de maneira tão cruel”, desabafa a enfermeira Rebecca Hoedmaker, viúva de Tristan. Em dois dias, ela organizou o casamento com seu amado, que lutava contra um câncer terminal raro, que havia descoberto duas semanas antes da cerimônia.

 

casamento
REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Rebecca contou ao jornal britânico The Sun a história do casal. A enfermeira perdeu o marido aos 23 anos e hoje, com 25, ela lembra dos 5 anos de namoro e das últimas semanas de vida de Tristan. Segunda ela, ele nunca reclamou do tempo que passou no hospital. “A única preocupação dele era me deixar para trás”, disse.

Como o câncer já estava num estágio bastante agressivo, os médicos indicaram tratamentos paliativos para diminuir a dor de Tristan. A equipe médica perguntou a ele o que ele queria fazer antes de morrer. “Ele respondeu que estava esperando o aniversário de 5 anos de namoro para me pedir em casamento, então da cama do hospital ele me fez a proposta e eu disse sim”, contou Rebecca.

“Foi bizarro, as coisas estavam acontecendo tão rápido. Eu me sentia tão feliz, mas também muito triste. Queria me casar com Tristan, mas não queria que fosse nessas circunstâncias”, disse. Eles fizeram os convites para a cerimônia por Facebook e Tristan pôde fazer o pedido de joelhos, como manda a etiqueta.

“Ao entrar no casamento, fiquei chocada. Eu esperava que tivéssemos poucos convidados, mas 150 pessoas apareceram. O espaço estava lotado”, relatou Rebecca. A união foi celada em uma sexta-feira. O fim de semana passou normalmente e Tristan estava animado pelo casamento, vendo fotos e passando tempo com sua esposa.

“Mas na segunda ele ficou mal e faleceu na mesma tarde. Tudo aconteceu muito rápido, apenas 72 horas que estávamos casados e três semanas que ele havia ficado doente”, contou a mulher. Ela não esperava receber uma carta de Tristan, escrita por ele antes de morrer. Nela, ele disse para Rebecca seguir a vida dela e aproveitar o máximo.

“A carta dele fala que eu precisava continuar sendo a faísca brilhante que ele amava. Ele me disse que era o homem mais sortudo do mundo por me conhecer e estava triste por eu ter que continuar só”, contou. Para manter o nome de Tristan vivo, Rebecca criou a organização Tristan’s Pawprints, inspirada pelo amor que ele sentia por animais.

A organização arrecada dinheiro para instituições de caridade para animais. “Ele era louco por todos os animais, tanto de estimação quanto selvagens. Isso me deu algo positivo para eu focar”, relatou.

Fonte: https://www.metropoles.com/mundo/homem-morre-72-horas-apos-se-casar-e-deixa-carta-mais-sortudo-do-mundo


Publicidade