Dona de lar usou chumbinho para matar cachorros e simular envenenamento

14/07/2020 12:39

Mulher chegou a registrar boletim de ocorrência: no entanto, polícia constatou que cachorros foram transportados de forma irregular e já chegaram debilitados

A Polícia Civil informou, na manhã desta terça-feira (14), que a dona de um lar temporária para cães usou remédio de rato, conhecido popularmente como “chumbinho”, para matar ao menos 69 cachorros em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

https://www.otempo.com.br/cidades/dona-de-lar-usou-chumbinho-para-matar-cachorros-e-simular-envenenamento-1.2359790

O caso aconteceu no dia 14 de março. “Verificamos que os cães saíram de Ribeirão das Neves em um caminhão-baú sem nenhum tipo de ventilação. Eles chegaram debilitados a Contagem. Para testemunhas que estavam lá, a proprietária disse que ia administrar carvão ativado para cortar o suposto envenenamento anterior. No entanto, os exames periciais apontaram que foi usado chumbinho. Isso seria para se eximir da culpa”, explicou a delegada Stefhany Martins. 

Defesa aponta falha em investigação

Três advogados do casal investigado acompanharam a coletiva da Polícia Civil e, posteriormente, apontaram falhas nas investigações. 

“A gente tem que analisar o ponto da investigação que foi trazido pela delegada na entrevista. Essa investigação partiu de um método indutivo, individual para o geral. A investigação criminal precisa ser da hipótese geral até chegar aos autores. Só dois autores foram investigados, que são os indiciados. Por isso não é surpresa para gente”, afirmou o advogado Thiago Pedrosa. 

Para ele, a polícia deveria ter feito um trabalho “um pouco mais dedicado e ter verificado vizinhos e ameaças que a cliente sofre”. 

“Se a minha cliente tivesse feito isso, que se comprovasse. Agora, deixar de investigar ou apurar a verdade, perde a sociedade. Quem fez isso está saindo impune”, afirmou.

Esta matéria está em atualização. 

Fonte: https://www.otempo.com.br/cidades/dona-de-lar-usou-chumbinho-para-matar-cachorros-e-simular-envenenamento-1.2359790