Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Preso o secretário de esportes acusado de matar ex-namorada no Leste de Minas

    Segundo a Polícia Civil, o acusado foi preso em Vitória, capital do Espírito Santo

    Por Plox

    14/07/2021 14h03 - Atualizado há 3 meses

    Na noite dessa terça-feira (13), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu Anderson Christian de Oliveira, de 37 anos, acusado de matar a tiros a ex-namorada, identificada como Natália Epifânia, de 23 anos. O suspeito foi preso em Vitória, capital do Espírito Santo.

    Segundo a Polícia Civil, Anderson, secretário de Esporte de São José do Jacuri, cidade localizada no Leste de Minas, foi localizado após uma operação integrada da PCMG com Polícia Militar de Minas Gerais, Polícia Civil do Espírito Santo, Polícia Militar do Espírito Santo e Guarda Municipal de Vitória e Vila Velha, cidade metropolitana de Vitória.

    Natália foi morta a tiros. Foto: reprodução/ Redes Sociais

     

    O secretário era procurado desde domingo (11), dia do crime, ocorrido em um sítio, na área rural de São Pedro do Suaçuí, cidade próxima de São José do Jacuri. Anderson teria efetuados disparos contra Natália e fugido do local em seguida.

    De acordo com a PCMG, Anderson foi preso pela Polícia Civil do Espírito Santo e encaminhado à Delegacia de Homicídio de Vitória. Com a prisão do suspeito e o cumprimento de mandados de busca e apreensão, a PCMG irá concluir as investigações nos próximos 10 dias.

     

    O crime

    O crime ocorreu no último domingo, durante uma confraternização no sítio, no qual estavam outras pessoas. Natália estava na festa, o secretário teria chegado no local, de posse de uma arma de fogo, e efetuados três disparos em direção a cabeça da jovem. Ela foi atingida e morreu no local.

    Após o crime, Anderson teria tentado se desfazer da arma usada no crime e fugido do local. Foram iniciadas diligências e o suspeito começou a ser procurado. De acordo com Rodrigo Nalon, delegado responsável pelo caso, também foi determinada a inclusão do nome de Anderson na lista vermelha da Interpol.

    “A lista de difusão vermelha funciona como um alerta para que os aproximadamente 190 países-membros da instituição saibam que há mandados de prisão pendentes contra criminosos procurados em seus países de origem, permitindo que sejam presos e extraditados”.

    Também nessa terça-feira, durante diligências, equipes da Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar estiveram em São José do Jacuri, cidade de residência do suspeito, onde cumpriram mandado de busca e apreensão na residência e no domicílio profissional dele.

    Durante a ação foram apreendidos diversos documentos e um notebook, que serão devidamente analisados e periciados. A PCMG continua investigando o caso e com as buscas para prender o acusado.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]