Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Anvisa inclui sete novas substâncias em listas de entorpecentes

    Pedido de atualização partiu da Polícia Federal, após apreensões de substâncias em operações de combate ao tráfico de drogas

    Por Plox

    16/02/2022 11h48 - Atualizado há 4 meses

    A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) incluiu sete novas drogas às Listas de Substâncias Entorpecentes, Psicotrópicas, Precursoras e Outras sob Controle Especial. Os produtos têm efeito similar ao ecstasy e ao LSD e foram incluídos na lista F do catálogo, que trata de fármacos de uso proibido no Brasil

    Ficam proibidas as substâncias 1B-LSD, 1P-LSD, 5C-MDA-19, 5F-MDA-19, ADB-Fubiata, ALD-52 e MDA-19. Essas substãncias são utilizadas como drogas de abuso, para fins recreativos sem uso industrial ou medicinal reconhecidos. A resolução com a lista atualizada foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16).

     

     

     

    "Ressalta-se que uma parte dessas substâncias foram apreendidas em território nacional em operações polciais, motivo pelo qual a própria Polícia Federal sugeriu a avaliação e inclusão das substâncias na lista, já que isso subsidia a atuação das operações policiais", comentou o diretor da Anvisa Alex Machado Campos, durante reunião no dia 9 de fevereiro.

     

    Saiba quais são substâncias proibidas:

    Comprimidos

     

     

    1B-LSD e 1P-LSD: É uma droga psicodélica da classe lisergamida que é um análogo derivado e funcional do LSD. É vendido on-line como "droga de designer" desde 2015. Em testes em ratos, descobriu-se que era um psicodélico ativo, embora com apenas cerca de 1/7 da potência do próprio LSD.

    MDA-19, 5C-MDA-19 e 5F-MDA-19: Drogas de efeito anestésico que começaram a ser estudadas na Univesidade do Texas no ano 2000. Em estudos em ratos, foi eficaz para o tratamento de dor, mas demonstrou funcionar de forma diferente em humanos. A substância foi proibida para uso humano nos Estados Unidos em novembro de 2021.

    ADB-Fubiata: É classificado como um canabinóide sintético, de 80 a 100 vezes mais potente que a maconha. Entre os efeitos da droga estão agressividade, convulsões, perda do raciocínio, hipertensão, taquicardia, tremores, parada cardiorrespiratória, dependência química e morte.

     

     

     

    ALD-52: Também conhecido como 1-acetil-LSD ou "orange sunshine" , o ALD-52 é uma substância considerada análoga ao LSD, o alucinógeno mais popular no mundo. Pode delírios, alucinações, confusão mental e sinestesia.

    Fonte: https://noticias.r7.com/brasilia/anvisa-inclui-sete-novas-substancias-em-listas-de-entorpecentes-16022022
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]