Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Ipatinga fiscaliza primeiro evento liberado durante a pandemia; veja como vai funcionar

    O secretário de Governo de Ipatinga apresentou mais detalhes sobre a realização do evento e explicou sobre os protocolos a serem seguidos

    Por Alexsander Brandão

    17/06/2021 18h49 - Atualizado há 3 meses

    O primeiro evento liberado em Ipatinga, em Minas Gerais, durante o período de pandemia da Covid-19 irá acontecer no dia 26 de junho. O evento será no antigo clube Aciaria, no bairro Cariru, onde hoje funciona o Centro de Treinamento do Ipatinga Futebol Clube.

    No dia 7 deste mês, o governo municipal publicou um decreto autorizando a realização de eventos na cidade, em locais abertos, desde que os responsáveis sigam os protocolos sanitários e obedeçam as regras estabelecidas no documento.

    O Decreto, n.º 9.693, alterou dispositivos do Decreto Municipal n.º 9.666, de 3 de maio de 2021. Com isso, “salões de festas infantis, casamentos, recepções e eventos em geral” e o segmento de “shows e congêneres” estão liberados.

    De acordo com o documento, é necessário que seja informado no local onde o evento irá ocorrer, de forma visível, o número máximo de pessoas nas dependências do evento, aferir a temperatura dos participantes, disponibilizar álcool em gel 70%. O uso de máscara de proteção é obrigatório, podendo retirar somente para comer e beber.

     

    O local deverá ter mais de uma entrada para evitar aglomerações e a conferência dos ingressos somente poderá ocorrer através de um leitor de código de barras ou QR code, para evitar o contato entre funcionário e ingressantes.

    O secretário de Governo, Roberto Silva Soares, mais conhecido como Robertinho Soares, explicou à reportagem do Plox que os ingressos não poderão ser vendidos de forma separada. Em cada lounge deverá ter a capacidade máxima de 10 pessoas, desde que seja do mesmo convívio familiar.

    Os eventos poderão ter 20% da capacidade do local, limitado a mil pessoas. Um local que tem capacidade para receber até 15.000 pessoas, sendo três mil equivalente a 20% da capacidade, está limitado a receber mil participantes.

    Robertinho detalhou como a administração municipal vai atuar diante desse evento. “O município estará fazendo a fiscalização em caráter de teste. Então, no dia 26 de junho, terá um evento privado, nesse novo formato estipulado no decreto e ele passará por todo um protocolo rígido de fiscalização. Sendo sucesso, iremos continuar com o decreto funcionando normalmente. Caso haja alguma necessidade de adaptação, também estaremos atentos a isso”.

    Foto: Divulgação PMI
    Foto: Divulgação PMI
    Foto: Divulgação PMI
    Foto: Divulgação PMI

     

    “Todos os eventos somente serão liberados mediante alvará. Já é um procedimento padrão do município e agora com um rigor ainda maior de fiscalização em função da pandemia. Antes da liberação do alvará, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (SESUMA) vai fazer essa conferência. No dia do evento, também terá uma fiscalização, de modo que se alguma regra for descumprida, ele será interditado”, completou.

    Segundo o secretário, os indicadores de saúde do município permitem iniciar uma retomada da economia, de maneira consciente, em locais abertos. Já em ambientes fechados, Robertinho disse “caso nossos índices continuem regredindo, como estão, possivelmente, estaremos também retomando os setores em locais fechados”.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]