Vídeo da Vale explica o que está acontecendo na cava da mina Gongo Soco

20/05/2019 06:56

Publicidade

Desde a confirmação de que um talude na Barragem Superior Sul de Gongo Soco em Barão de Cocais estava se movimentando e poderia romper, ocasionando em queda de barragem, moradores esperam respostas contundentes da Vale. A informação da possibilidade de rompimento foi repassada à população no último dia 14 de maio, quando o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) exigiu da mineradora medidas para orientar e dar suporte aos moradores. A Vale, por meio de vídeo (Veja abaixo), explicou que identificou uma movimentação na estrutura. Mas, a empresa esclareceu que “elementos técnicos para se afirmar que o eventual deslizamento provocará ruptura da Barragem Sul Superior”. As imagens mostram a real situação na cava da mina e mostra que o talude apresenta estado crítico.

No último sábado, 18, a empresa se reuniu com os cocaienses, mas, muitas perguntas ficaram sem respostas mais incisivas, conforme relatam algumas pessoas que frequentaram a reunião. No mesmo dia, na parte da tarde, foi realizado um simulado de evacuação com parte da população (menos de um terço dos moradores compareceu). A insatisfação com as respostas da Vale, deixaram Helena Reis, 55 anos, preocupada com o futuro, diante de um possível rompimento do talude que pode acontecer até o próximo sábado, 25. Ela relatou: “Tivemos uma reunião e as perguntas feitas não foram respondidas. A gente quer saber do talude. Na hora que ele cair, o que vai acontecer? Esta semana todinha não vou dormir”, desabafa.


A informação da Agência Nacional de Mineração (ANM) é de que o talude na cava de Gongo Soco tinha movimentações dentro da normalidade de 10 centímetros anuais, mas, desde o mês passado, o que a Vale tem detectado é que a movimentação na área tem atingido cinco centímetros diariamente. Um documento da Vale, em que o MPMG teve acesso, consta uma previsão aproximada no caso de um rompimento “no período de 19 a 25 de maio de 2019, gerando vibração que poderá ocasionar a liquefação da Barragem Sul Superior e sua consequente ruptura”, diz.

Atualizada às 9h35



Publicidade