Ouro Preto: vídeo do 'fantasma da lixeira' viraliza nas redes sociais

Rica na tradição oral de histórias assombração, cidade ganha mais uma história para contar

Por Plox

20/10/2020 01h35 - Atualizado há cerca de 1 mês

Um vídeo de uma lixeira percorrendo sozinha o Bairro Alto da Cruz, em Ouro Preto, Região Central de Minas Gerais, deu o que falar nas redes sociais. Filmado na madrugada do dia 18, o “causo da lixeira"  já teve milhares de visualizações e centenas de comentários no perfil do Instagram e na página do Facebook de um perfil que reúne informações sobre a cidade.

Rua do Bairro Alto da Cruz vira cenário de história da tradição popular(foto: foto: Divulgação/google street view)

 

 

Os comentários dos céticos nas redes sociais  do "Enquanto isso em Ouro Preto" responsabilizam o chão molhado, o vento, a inclinação da rua e a gravidade. Já os que gostam de uma boa polêmica apostam que em 2020 tudo pode acontecer e que não pretendem passar pelas ruas do bairro tão cedo.

Em um comentário, uma amiga sugere à  outra a passar suas férias na cidade – além das montanhas, Ouro Preto também tem assombração.
 

 

O criador do perfil, Leandro Borba, recebe diariamente fotos, vídeos e memes e acredita que se trate de um fantasma exibicionista ou distraído por não acompanhar os avanços da tecnologia. “Ele não contou com as câmeras, nem fantasma escapa mais de um flagrante”, brinca.

 

A tradição oral de contar histórias de assombração é típica em Ouro Preto. Verdade ou mentira, a arte de contar histórias que povoam o imaginário popular e animam as rodas de conversa ganhou as redes sociais para ajudar a notícia se espalhar. 
 

'Causo' cresce de boca em boca

 

De acordo contador de causos Marcelino Xibil, uma das principais características dos 'causos' é costurar o enredo com o cotidiano. “A contação de histórias tem várias raízes e o recente fato da lixeira vai se transformar em vários causos, cada um vai contar à sua maneira, aumentando um ponto. Daqui a pouco vão dizer que viram um cachorro saindo da lixeira ou um fantasma aempurrando."

Pensando nessa tradição, Marcelino Xibil, criou o  projeto Caminhada Assombrada, que usa como paUm vídeo de uma lixeira percorrendo sozinha o Bairro Alto da Cruz, em Ouro Preto, Região Central de Minas Gerais, deu o que falar nas redes sociais. Filmado na madrugada do dia 18, o “causo da lixeira"  já teve milhares de visualizações e centenas de comentários no perfil do Instagram e na página do Facebook de um perfil que reúne informações sobre a cidade.

 



 

Os comentários dos céticos nas redes sociais  do "Enquanto isso em Ouro Preto" responsabilizam o chão molhado, o vento, a inclinação da rua e a gravidade. Já os que gostam de uma boa polêmica apostam que em 2020 tudo pode acontecer e que não pretendem passar pelas ruas do bairro tão cedo.

Em um comentário, uma amiga sugere à  outra a passar suas férias na cidade – além das montanhas, Ouro Preto também tem assombração.
 

 

O criador do perfil, Leandro Borba, recebe diariamente fotos, vídeos e memes e acredita que se trate de um fantasma exibicionista ou distraído por não acompanhar os avanços da tecnologia. “Ele não contou com as câmeras, nem fantasma escapa mais de um flagrante”, brinca.

 

A tradição oral de contar histórias de assombração é típica em Ouro Preto. Verdade ou mentira, a arte de contar histórias que povoam o imaginário popular e animam as rodas de conversa ganhou as redes sociais para ajudar a notícia se espalhar. 
 

'Causo' cresce de boca em boca

 

De acordo contador de causos Marcelino Xibil, uma das principais características dos 'causos' é costurar o enredo com o cotidiano. “A contação de histórias tem várias raízes e o recente fato da lixeira vai se transformar em vários causos, cada um vai contar à sua maneira, aumentando um ponto. Daqui a pouco vão dizer que viram um cachorro saindo da lixeira ou um fantasma aempurrando."

Pensando nessa tradição, Marcelino Xibil, criou o  projeto Caminhada Assombrada, que usa como pano  de fundo a exploração do ouro, escravidão, histórias de amor e de ódio para os registros de fantasmas e de assombração que ecoam pelas ruas. “Percorro as ruas de Ouro Preto e vou contando os causos, alguns conhecidos da cultura tradicional ouro-pretana e outros que são frutos de trabalho de pesquisa e coleta de contos tradicionais.”

 

Caminhada Assombrada e Causos de Brasero são projetos que usam como pano de fundo os registros de fantasmas assombrações mineiras(foto: Foto: Divulgação/Marcelino Xibil)

Segundo Xibil, o causo é um patrimônio imaterial mineiro dentro daquilo que se convencionou como mineiridade. Ele aparece como uma salvaguarda da nossa cultura tradicional, principalmente nos rincões de Minas Gerais. “Ouro Preto tem como guardiões dessa cultura a escritora Ângela Xavier, que, em um trabalho de coleta, mapeou os principais locais da antiga Vila Rica e fez o livro Tesouros fantasmas e lendas de Ouro Preto e também o escritor Vandico, com o livro Jacubas e Mocotós que conta muitos causos dessa tradição popular ouro-pretana”, explica. no  de fundo a exploração do ouro, escravidão, histórias de amor e de ódio para os registros de fantasmas e de assombração que ecoam pelas ruas. “Percorro as ruas de Ouro Preto e vou contando os causos, alguns conhecidos da cultura tradicional ouro-pretana e outros que são frutos de trabalho de pesquisa e coleta de contos tradicionais.”

 

Caminhada Assombrada e Causos de Brasero são projetos que usam como pano de fundo os registros de fantasmas assombrações mineiras(foto: Foto: Divulgação/Marcelino Xibil)

Segundo Xibil, o causo é um patrimônio imaterial mineiro dentro daquilo que se convencionou como mineiridade. Ele aparece como uma salvaguarda da nossa cultura tradicional, principalmente nos rincões de Minas Gerais. “Ouro Preto tem como guardiões dessa cultura a escritora Ângela Xavier, que, em um trabalho de coleta, mapeou os principais locais da antiga Vila Rica e fez o livro Tesouros fantasmas e lendas de Ouro Preto e também o escritor Vandico, com o livro Jacubas e Mocotós que conta muitos causos dessa tradição popular ouro-pretana”, explica. 

Fonte: https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2020/10/19/interna_gerais,1195999/ouro-preto-video-do-fantasma-da-lixeira-viraliza-nas-redes-sociais.shtml
PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2020