Com ordem de despejo, Najila diz que deixará apartamento

24/06/2019 22:59

“Estou tirando as coisas do meu apartamento para entregá-lo”

Publicidade

Najila Trindade, a modelo que acusa o atacante Neymar de estupro, declarou em entrevista a Record TV que está preparando a sua mudança.

Condenada em um processo de "despejo por falta de pagamento cumulado com cobrança", a modelo Najila Trindade teria até esta terça-feira (25) para quitar uma dívida de R$ 26,7 mil em alugueis atrasados ou deixar o imóvel. A jovem mora em um condomínio localizado na zona Sul de São Paulo.

De acordo com a ocorrência judicial, Najila tem deixado de pagar o aluguel desde agosto do ano passado. Caso o débito seja quitado, ela poderá seguir morando no apartamento normalmente.

Najila contou a entrevista que está preparando as coisas para se mudar de São Paulo. “Estou tirando as coisas do meu apartamento para entregá-lo”, informou ela em mensagem encaminhada à reportagem da Record. “Mas eu não vou ficar em São Paulo.”

(Foto: Reprodução/Record TV)(Foto: Reprodução/Record TV)

Najila, de 26 anos, deve cerca de R$ 26 mil em aluguéis atrasados relativos ao período de agosto de 2018 a fevereiro de 2019. 

Na última sexta-feira (21), em entrevista para a Record Tv, a modelo disse ser um ridículo julgá-la diante da situação: “Me julgar agora, quando acabaram de conhecer a minha figura, falando que eu não sou responsável porque eu devo um apartamento ou devo a faculdade chega a ser ridículo. Porque eu sou mãe, eu sou filha, então eu sei da minha vida e das minhas responsabilidades. Eu sei que nunca deixei faltar nada para o meu filho, independente da minha crise financeira. Eu cuido dele, cuido de mim, cuido de quem eu posso”, relata.

O apartamento
O apartamento se tornou foco de apuração no Caso Neymar. Najila, que acusou Neymar de estupro, disse em depoimento à delegacia que tinha imagens que provam o crime armazenadas em um tablet. No entanto, ela afirma que perdeu o aparelho em suposto arrombamento cometido ao imóvel.

Funcionários do condomínio passaram a ser envolvidos na história. A administradora do condomínio esteve na 11ª Delegacia registrando um boletim de ocorrência afirmando o não houve arrombamento. O porteiro acusou Najila de ameaça-lo após ele afirmar que não houve arrombamento.

Atualizado às 7h48.



Publicidade