Caso raro: mineira tem mioma de seis quilos retirado do útero

Por causa da grande massa tumoral, a paciente tinha dificuldades de dormir, comer e até respirar

Por Plox

24/11/2020 18h22 - Atualizado há 2 meses

Um mioma de aproximadamente seis quilos foi retirado do útero de uma paciente mineira, informou nesta terça-feira (24) o Hospital da Baleia. O caso, conforme a unidade de saúde, é considerado raro na medicina.

Quando a professora da educação infantil Juliana Maria Trindade Alvim, de 47 anos, descobriu o tumor, há dois anos, ele pesava 1.600. Contudo, com a dificuldade de realizar a cirurgia onde mora, em Bom Despacho, na região Centro do Estado, o mioma quase quadriplicou de tamanho.

A professora da educação infantil Juliana Maria Trindade Alvim já recebeu alta após o procedimentoFoto: Hospital da Baleia/Divulgação

Por causa da grande massa tumoral, a paciente tinha dificuldades de dormir, comer e até respirar. O procedimento cirúrgico ocorreu em Belo Horizonte, no última dia 13 e, depois de sete dias de internação, a professora recebeu alta. 

“Agora é manter os cuidados de um pós-cirúrgico e aguardar o resultado da biópsia. Além disso, é sempre bom destacarmos a importância das consultas regulares ao ginecologista", destacou o cirurgião e coordenador do Centro de Ginecologia do Hospital da Baleia, Maurício Bechara Noviello.

A retirada de mioma faz parte de cirurgia eletiva e só foi possível depois que a prefeitura liberou os procedimentos em BH. No entanto, na semana passada o executivo voltou a suspender as cirurgias eletivas por causa da aceleração do contágio no novo coronavírus na metrópole

Saga

Juliana Maria conta que em outubro de 2018 sentiu uma cólica forte e procurou o posto de saúde de Bom Despacho. “Foi feito um ultrassom, porém, o médico disse que era cólica nos rins e que não havia visto nenhum mioma”, relatou. 

Em março de 2019, a paciente fez novamente uma consulta ao ginecologista, pois as dores só aumentavam. “Sentia muita dor na virilha, compressão dos órgãos, incontinência urinária e menstruação forte (hemorragia)”, relembrou. Por meio de novo exame ultrassom, foi identificado um mioma de 1.600 kg, mas a Secretaria de Saúde do município não conseguiu agendar a cirurgia. 

Em agosto do mesmo ano, a ela teve trombose. Juliana já não conseguia levantar da cama e foi necessário fazer o tratamento da trombose para depois agendar a cirurgia de retirada do mioma. Em janeiro deste ano, a paciente foi encaminhada para o Hospital da Baleia e deu início aos exames pré-cirúrgicos. Nesse momento, o mioma já estava com 3.200kg.  

No entanto, no mês de fevereiro, por conta da pandemia, as cirurgias eletivas foram desmarcadas. Com a retomada das cirurgias eletivas, o procedimento de Juliana foi remarcado e ocorreu no dia 13 de novembro. 

Fonte: https://www.otempo.com.br/cidades/caso-raro-mineira-tem-mioma-de-seis-quilos-retirado-do-utero-1.2416632
PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021