Ipatinga

turismo

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Férias: para onde é possível viajar em Minas com um tanque de gasolina?

    De Ouro Preto à Serra da Canastra, confira destinos para aproveitar as férias perto de BH, em meio à escalada do preço do aéreo

    Por Plox

    25/07/2022 11h08 - Atualizado há 16 dias

    Com as passagens de avião cada dia mais caras e as viagens em geral com alta de 30% do preço, segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens de Minas Gerais (Abav-MG), viajar de carro pelo Estado pode ser uma alternativa mais barata de passeio, ainda que a média do preço da gasolina continue acima do valor de antes da pandemia. Com a redução do ICMS do combustível neste mês, ela não chega a R$ 7 em muitos postos de Belo Horizonte. 

    Considerando o rendimento de 15 km por litro de um carro popular, um tanque cheio permite rodar 675 km, ou cerca de 337 km por trecho da viagem. Com a gasolina a no máximo R$ 6,50 por exemplo, percorrer toda essa distância equivale a um gasto de pouco menos de R$ 300. Em comparação, a passagem de ida e volta para Porto Seguro, na Bahia, por exemplo, não sai por menos de R$ 1.000, segundo o Google Voos. 

    Confira abaixo alguns destinos em que é possível ir e voltar consumindo até um tanque de gasolina, saindo de BH. E, para quem não vai viajar sequer de carro, O TEMPO preparou um guia de atividades gratuitas em BH em julho

     

    Viajar de carro ainda representa um gasto, mas permite economizar em um momento de escalada das passagens aéreas

    Ouro Preto: 
    101km*

    Até o dia 17 de julho, Ouro Preto recebe o Festival de Inverno, com uma série de exposições de artes e shows gratuitos. Além da programação especial, quem turista pela cidade pode conferir 30 igrejas e admirar a arte barroca em pontos como a Basílica de Nossa Senhora do Pilar. 

     

    Tiradentes:
    De 193 km (via BR-040 e MGC-383) a 247 km (via BR-381 e BR-494)

    Tirantes também tem uma programação intensa durante julho e o início de agosto, com o Inverno Tiradentes Cultural, com seresta, shows e oficinas espalhados pela cidade, que mantém o charme com construções do século 18 e uma população de apenas 10 mil habitantes. 

     

    Ouro Preto + Tiradentes
    259 km

    Percorrer o caminho entre as duas cidades é uma alternativa, que pode ser esticada até São João del-Rei, a menos de 16 km de Tiradentes — o caminho também pode ser percorrido com a tradicional Maria Fumaça que liga as duas cidades, cuja ida e volta custa R$ 80. 

     

    Lavras Novas
    113 km

    Lavras Novas é um distrito de Ouro Preto e é um destino famoso pelo ecoturismo, com opções de trilha, rapel e cachoeiras. 

    Macacos:
    24,8 km

    Com fartas opções de restaurante, o distrito de Nova Lima é procurado, aos finais de semana, por fãs de adrenalina, que podem aproveitar os passeios de quadriciclo pelas trilhas da região. 

    Congonhas:
    80,3 km

    O ponto mais famoso da cidade é o Santuário Bom Jesus do Matosinhos, que reúne as famosas esculturas dos profetas. Em 2015, o município também ganhou o Museu de Congonhas, espaço que reúne obras de Aleijadinho. A entrada custa R$ 10.   

    PUBLICIDADE

    Santuário do Caraça
    121 km

    O Santuário do Caraça, além do núcleo histórico com igreja e ruínas do antigo Seminário, oferece um leque de trilhas e grutas em meio à natureza, preservada em uma Reserva Natural. A tarifa de entrada por pessoa varia de R$ 20 (nos dias de semana) a R$ 20 (aos finais de semana e feriados). É preciso realizar reserva para visitas pelo email [email protected]

     

    Serra do Cipó:
    De 98,1 km (via MG-010) a 96,8 km (via avenida Antônio Carlos e MG-010)

    O Parque Nacional da Serra do Cipó é famoso pelas cachoeiras e a entrada é gratuita. Também é possível se hospedar em pousadas que dão acesso a outras cachoeiras no distrito de Santana do Riacho.

     

    São Thomé das Letras
    306 km

    Mais uma opção de destino com cachoeiras e muitos passeios na natureza, a cidade congrega comerciantes que negociam amuletos, incensos e dão um ar de misticismo à região. Alguns dos pontos conhecidos da cidade são a Casa da Pirâmide, de onde é possível ter uma vista ampla, e a Gruta de Sobradinho. 

    Capitólio:
    De 279 km (via MG-050) a 368 km (via BR-381)

    A navegação pelo Lago de Furnas é a principal atração turística da cidade. Os passeios entre os cânions que cercam o local estão liberados, após a queda de parte da estrutura que causou um acidente fatal em janeiro deste ano. 

    Parque Nacional da Serra da Canastra:
    De 331 km (via MG-050) a 421 km (via BR-381)

    Mais uma opção de ecoturismo em Minas, os roteiros pela Serra da Canastra incluem muitas trilhas e cachoeiras e também dão acesso ao Lago de Furnas. Além disso, o tradicional queijo Canastra é encontrado em abundância na região. É possível se hospedar em cidades ao redor do parque, como São Roque de Minas, Vargem Bonita e a própria Capitólio. 

     

    Serro:
    De 228 km (via MG-010) a 324 km (via BR-040/BR-135 e BR-259)

    Serro fica na região da Serra do Espinhaço, por isso é marcada por ladeiras e é muito conhecida pela produção de queijos mineiros. As atrações vão além da gastronomia e envolvem passeios por prédios históricos, já que a cidade foi a primeira brasileira tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), na década de 30. 

    Diamantina:
    291 km

    Como Ouro Preto, a cidade é marcada pela beleza arquitetônica e tem algumas atrações que remontam a história mineira, como a casa JK, onde Juscelino Kubitscheck passou parte da infância (a entrada é R$ 5) e a Casa de Chica da Silva (entrada gratuita). A tradicional Vesperata de Diamantina ocorre, em julho, nos dias 16 e 30, sábados. 

    Instituto Inhotim:
    De 55,5 km (via BR-381) a 73 km (via BR-356)

    O Instituto Inhotim, maior museu a céu aberto do mundo, é um passeio pela arte contemporânea, com galerias dedicadas a artistas como Adriana Varejão e Tunga, além de uma natureza exuberante. A entrada inteira é R$ 50 e gratuita na última sexta-feira de cada mês, exceto feriados, mediante retirada pelo Sympla. 

     

     

    Cordisburgo
    117 km

    Cidade natal do escritor Guimarães Rosa, Cordisburgo tem um museu dedicado ao mineiro (entrada gratuita). Outras atrações são o Zoológico de Pedras Peter Wilhelm Lund, que reúne esculturas em tamanho natural de animais. A Gruta do Maquiné, com longas estalactites que formam esculturas naturais, também fica na cidade. A entrada custa R$ 25 por pessoa.

    *Distâncias estimadas no Google Maps.

     

    Fonte: https://www.otempo.com.br/economia/ferias-para-onde-e-possivel-viajar-em-minas-com-um-tanque-de-gasolina-1.2695644
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]