Veterinária voluntária ministra acupuntura em animais do Cebus

25/09/2019 15:21

Publicidade

O recém-lançado programa de voluntariado do Centro de Biodiversidade da Usipa (Cebus) tem viabilizado a participação de vários profissionais da comunidade nas ações de rotina do local. Recentemente, dois animais idosos e um em reabilitação passaram a receber cuidados muito especiais da médica-veterinária Sandra Regina Badaró, especialista em acupuntura veterinária.

Semanalmente, Sandra vai ao Cebus para ministrar acupuntura num lobo-guará, numa irara e num quati. A irara tem dificuldades de locomoção em função da idade. Já o lobo-guará e o quati estão em recuperação de graves lesões. De acordo com a profissional, a expectativa é que o tratamento restabeleça a sensibilidade das patas dos animais e que eles voltem a andar.

Divulgação UsipaIMG 8133---Marcele-Pena-(33)

“A acupuntura é indicada para tudo, mas é mais conhecida para tratamento de coluna e de sequela de cinomose em animais. No caso dos animais do Cebus, a acupuntura semanal deve ajudá-los a voltar a andar, mesmo que de forma imperfeita”, analisa Sandra.

Para o responsável-técnico do Cebus, o médico-veterinário Lélio Costa e Silva, o trabalho voluntário da especialista em acupuntura representa mais uma chance de restabelecimento da saúde dos animais silvestres. “A acupuntura tem benefícios cientificamente comprovados. Acredito ainda num tipo de medicina-veterinária sistêmica, que combina tratamentos clássicos com outros integrativos, de forma mais abrangente”, avalia Lélio.

Programa de Voluntariado

O Programa de Voluntariado do Cebus foi lançado em junho de 2019 com o objetivo de oferecer à comunidade a oportunidade de exercitar uma ou mais habilidades.  O voluntário se dispõe a servir por um bem maior e desenvolve novas aptidões a partir do aprendizado prazeroso do contato com os animais.

Sandra sempre desejou uma oportunidade para trabalhar com animais silvestres e encontrou-a recentemente, por meio do Programa de Voluntariado do Cebus. “Era um desejo desde a faculdade e realizado agora”, conta a médica-veterinária.



Publicidade