Homem que matou e enterrou esposa dentro de casa em Valadares é condenado a 18 anos de prisão

O corpo da mulher foi enterrado em uma área de serviço e o homem chegou a reformar o cômodo, para encobrir o crime

Por Plox

30/04/2022 15h14 - Atualizado há cerca de 2 anos

Nessa sexta-feira (29), em Governador Valadares, no Leste de Minas Gerais, foi realizado o júri do homem que matou e ocultou o cadáver da esposa. O crime aconteceu em outubro de 2019, no bairro Atalaia, em Valadares.

O homem foi condenado a 18 anos, 8 meses e 25 dias pelos crimes de feminicídio, ocultação de cadáver e corrupção de menor. Ele segue preso desde outubro. Na época do crime, ele confessou quando os policiais encontraram o corpo.

valadares
Corpo da mulher foi encontrado em uma área. Foto: divulgação/ Polícia Civil

 

De acordo com a Polícia Civil, a mulher foi morta durante uma briga entre ela e o companheiro, que a estrangulou. Após a morte, ele enterrou a mulher e cobriu o local com cimento e azulejos, e a área continuou sendo utilizada pela família, que não sabia do crime.

Michele Rosa de Jesus, de 36 anos, estava desaparecida desde 28 de agosto de 2019 e o pivô do crime seria uma sobrinha de 17 anos, com quem supostamente o marido dela estaria tendo um caso amoroso.

Os policiais civis começaram a investigar o caso e, na manhã do dia 17/10/19, o corpo de Michele foi encontrado , enterrado dentro da residência onde ela morava com o marido. O marido chegou a reformar o imóvel para tentar esconder o crime.

Na época, o pai da mulher fez a denúncia do desaparecimento da filha e, conforme a Polícia Civil, o marido utilizava as redes sociais da companheira para poder fingir que ela ainda estava viva, e que estava tudo bem.

Ainda conforme os policiais, o homem ainda usou uma carta, que teria sido escrita pela esposa, para poder convencer os filhos do casal de que a mãe havia saído de casa. Após as investigações, o homem foi preso e confessou o crime.

Na época, além dele, o irmão do suspeito também foi preso e uma sobrinha de 17 anos foi autuada, suspeitos de participar do crime.
 

Destaques