Auxílio Emergencial: Bolsonaro confirma extensão; saiba o valor das parcelas

30/06/2020 16:23

O Governo optou por mais duas parcelas de R$ 600, para não precisar enviar uma nova proposta ao Congresso, e correr o risco de ser barrada.

Na tarde desta terça-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação do auxílio emergencial, em mais duas parcelas. O valor será de R$ 1.200, dividido em duas parcelas de R$ 600.

Na última quinta-feira (25), durante uma live, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o auxílio emergencial seria estendido em mais R$ 1.200, e afirmou que, provavelmente, seria em mais três parcelas, que não se concretizou.

"Ainda não está definido os números, mas deverão ser R$ 1.200 divididos em três parcelas. Umas de R$ 500, uma de R$ 400 e uma de R$ 300", disse Bolsonaro na live da última quinta-feira.

Devido a divergências com o Congresso, a equipe econômica preferiu seguir pelo caminho das duas parcelas de R$ 600.

 

Veja também: Governo quer fracionar novas parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial; entenda

 

Para evitar passar no congresso

O Governo defendia um escalonamento com parcelas de valores decrescentes, porém, como o Congresso não aderiu à ideia, a equipe econômica preferiu mais duas parcelas de R$ 600.

Com isso, o governo não precisará enviar uma nova proposta ao Congresso, e correr o risco de ser barrada.

A lei para a criação do auxílio emergencial permite o governo prorrogar o benefício por mais parcelas, mas que sejam do mesmo valor de R$ 600.

 

 

Veja também: Caixa paga três grupos do auxílio emergencial: hoje (1); veja quem recebe

Veja Também: prazo para solicitar auxílio emergencial termina amanhã (2)