PM encontra drogas e arma na casa de uma das vítimas do atentado a tiros em Ipatinga

Operação Policial após ataque em estabelecimento revela conexão de vítima com tráfico de drogas

Por Plox

13/02/2024 13h51 - Atualizado há 2 meses

Na sequência das investigações sobre uma ocorrência de segunda-feira (12), que deixou dois mortos e dois feridos na rua Jeremias, bairro Canaã, em Ipatinga-MG, a Polícia Militar realizou uma operação na residência de um dos sobreviventes. O indivíduo, que foi hospitalizado após o ocorrido e mantinha um relacionamento amoroso com uma das vítimas fatais, é agora figura central nas investigações devido às descobertas em sua casa, localizada no bairro Residencial Bethânia, em Santana do Paraíso.

Durante a diligência, as autoridades apreenderam um revólver calibre 38, seis munições do mesmo calibre, duas barras de crack, duas porções adicionais da mesma droga, duas porções de maconha, uma balança de precisão, duas facas, materiais para embalar drogas, um molho de chaves e documentos pessoais do investigado.  O sobrevivente está  sob escolta policial no Hospital Márcio Cunha (HMC) devido às suas condições de saúde. 

Foto: Divulgação/PMMG

As autoridades continuam em busca do autor dos disparos, intensificando as operações de rastreamento na região.

Entenda o caso 

Na noite desta segunda-feira, um episódio violento abalou o bairro Canaãzinho, em Ipatinga, Minas Gerais. Um bar localizado na rua Izaías, no Alto Boa Vista, tornou-se cenário de um foi alvo de ataque a tiros, que resultou na morte de dois jovens e deixou outros dois feridos, um em estado gravíssimo.

As vítimas fatais foram identificadas como Laura Menezes Lima, de apenas 16 anos, e Luiz Fernando dos Santos Costa, de 19 anos. Eles morreram no local.

Foto: redes sociais

De acordo com testemunhas, um indivíduo em uma motocicleta que passou em frente ao estabelecimento, voltou em seguida e executou o ataque, disparando várias vezes em direção às pessoas.

Foto: redes sociais

Laura foi encontrada sem vida na entrada do bar, com um tiro fatal na cabeça, enquanto Luiz Fernando foi localizado, também já sem vida, no interior do local, apresentando 17 perfurações a bala, o que sugere que pode ter sido o alvo principal do atentado.

Foto: redes sociais

O crime, que à primeira vista parece não ter ligação entre as vítimas, ganha contornos mais complexos com a informação de que um dos sobreviventes, gravemente ferido nas pernas e em estado crítico no Hospital Márcio Cunha (HMC), seria namorado de Laura Menezes. O quarto indivíduo atingido, que sofreu um ferimento de bala na mão, também foi socorrido.
As autoridades locais, incluindo a Polícia Militar e equipes de perícia, já estão no local do incidente, em busca de pistas que possam levar ao autor dos disparos e esclarecer as motivações por trás desse ato de violência que choca mais uma vez a comunidade de Ipatinga. 

Laura foi encontrada sem vida na entrada do bar, com um tiro fatal na cabeça, enquanto Luiz Fernando foi localizado, também já sem vida, no interior do local, apresentando 17 perfurações a bala, o que sugere que pode ter sido o alvo principal do atentado.

Foto: Redes Sociais 

Os corpos das vítimas fatais serão encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para os procedimentos necessários.
Há outros registros de ataques a tiros em bares, registrados recentemente na cidade.

 

Veja também: 
 

Vídeo: três homens executados a tiros em Ipatinga

Tiroteio em Ipatinga deixa um morto neste sábado
Irmãs mortas em Ipatinga: delegado diz que houve estupro e espancamento antes da execução

Destaques